segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O IMPÉRIO DE CARLOS MAGNO



Com o inicio de uma família aristocrática Franca e de uma ascensão militar, Carlos Martel teve seu poder militar a partir de sua vitoria contra os muçulmanos através da batalha de Poitiers 734, que passou tal intuito ao seu filho Pepino, o Breve, que deu continuação a sua expansão militar, e se tornando aliado do papa, assim conseguindo ser nomeado rei dos Francos e criando um vinculo entre a monarquia franca e o pontífice romano. Com a morte de Pepino em 778, ele passa seu trono ao seu filho Carlos Magno, que passamos a demonstrar suas conquistas, sua forma de administrar o império e a relação que manteve com a igreja.
Carlos Magno começa sua expansão através da Itália contra os Lombardos, dando continuidade que seu pai Pepino, o Breve, já tinha iniciado que teve sua primeira conquista em 754, a segunda em 756 e a terceira com Carlos Magno em 774, tomando assim a posse da Itália. Carlos aproveita das guerras internas que estava acontecendo com os muçulmanos e se apossa de Barcelona, e da inicio a suas conquistas com massacre e conversão ao cristianismo que foi introduzido por um longo tempo. Em 803 os saxões são conquistados, e Carlos continua com sua expansão vencendo os Ávaros, Eslovenos e Croatas que passaram a ser domínio franco. Engajado a guerra, Carlos Magno com um intuito defensivo lutou contra a Polônia e Hungria, e com isso partiu rumo ao sul dos Pirineus, como objetivo de se proteger dos muçulmanos, mas nem sempre os francos mantinham vitoria sobre os muçulmanos e Pirineus. Com vitorias e vasta expansão Carlos Magno reunifica o antigo império do ocidente e consegue um grande poder depois do declínio do império Romano.
Em relação ao cristianismo, todos aqueles que praticavam qualquer tipo de ofensa a religião cristã eram punidos a morte, onde constava em uma capitular, que foram elaboradas por Carlos Magno, e que tinha como base a conquista e administração de seu império. Carlos com seu poderio constrói um palácio em Aix la-chapelle como objetivo de fortalecer um vinculo com a igreja, o qual já era estabelecido no reinado de seu pai. Com essa certa relação império e igreja o papa Leão III, no natal de 800 coroa Carlos Magno como imperador, dando inicio assim ao império carolíngio. Qual seria o objetivo de o papa coroa Carlos como imperador? Pois como o papa estava vendo sua autoridade reduzida e a opressão de seus inimigos, ele precisava de uma autoridade a qual não podia ser contrariada, percebendo assim a necessidade de um imperador. Com tal coroação, faz com que o imperador mantenha sua dignidade com a igreja, e também o aumento do poder papado e sua influência nos negócios.
O novo imperador viu uma grande preocupação na administração de seu vasto espaço conquistado e constitui o uso da escrita, mesmo num governo que só usava determinações orais, instituindo assim representantes do poder central, onde nomeiam bispos e construções de catedrais que são algumas bases de seu governo, mesmo a igreja tornando a imagem do imperador como algo divino, Carlos Magno deve suas conquistas ao seu exercito de aproximadamente 40 mil homens livres. Voltando a questão da igreja que mantinha a aura do poder imperial, fez com que em 779 o imperador constituísse o pagamento do dizimo como algo obrigatório, que tinha como objetivo a manutenção do clero. Sobre a imensa propriedade que o imperador possuía e seu modo de administrar, ele dividiu seu território em condados e nas fronteiras instituiu marcas e ducados. Os representantes que o imperador Carlos Magno colocou como fiscalizador, são denominados missi dominici, que tinham como objetivo fiscalizar suas propriedades anualmente, mas o controle desse império estava centralizado na aristocracia local e girava em torno de laços de fidelidade.


Bibliografia:
BASCHET, Jérôme. A civilização Feudal: do ano 1000 à colonização da América; prefácio Jacques Le Goff – São Paulo: Globo, 2006.
LE GOFF, Jacques. A civilização do ocidente medieval – Bauru, SP: Edusc, 2005. 400p. – Coleção História.
http://charlesweblog.files.wordpress.com/2009/09/carlos-magno-as-cruzadas.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário